Por que os aventureiros possuem tantos equipamentos?

Responderei contando minha própria história desde o início  de minhas aventuras ao ar-livre. No ano de 2000, comecei a praticar atividades em meio a natureza por meio do Movimento Escoteiro, com acampamentos, trilhas e travessias. Naquela época, não tínhamos muitos equipamentos, ou não conhecíamos. Fazíamos trilhas de chinelo, mochila escolar, levávamos a comida e apenas uma muda de roupa reserva. Fazíamos tudo que era tipo de atividade. Não tínhamos barracas, construíamos barracas improvisadas, usando material encontrado na natureza, sem cortar ou desmatar a natureza usando apenas materiais encontrados no chão. improvisávamos filtros de água, para assim ter água relativamente potável para cozinhar em fogão de barro. Fazíamos fogueira. Tudo isso era muito bom e prazeroso!

Não se tinha mochila cargueira, saco de dormir, isolante térmico, barraca, bota de caminhada, kit de primeiros socorros, fogareiro, roupas impermeáveis e ou térmicas. Sem esses equipamentos aprendi a me virar junto a natureza, dispondo de materiais que podia encontrar em todos os lugares. Fazer atividades ao ar-livre era incrível!

Hoje em dia, vejo que muitas pessoas não fazem aventuras por ter medo ou por achar que é caro fazer turismo, trilhas, trekking, acampamentos e outras tantas atividades outdoor que existem por aí. Algumas pessoas, de igual forma,  não fazem tais atividades por não ter equipamentos adequados para a atividade específica.

Digo-lhes, entretanto,  que não é necessário ter muitos equipamentos para se fazer aventuras, pode-se fazer todo o tipo de atividade gastando muito pouco ou quase nada, o que vai determinar o uso dos equipamentos é o quanto conforto e praticidade o aventureiro vai querer para praticá-las.

Para exemplificar sobre isso, podemos fazer a famosa travessia da Ferrovia do Trigo/RS, usando chinelo de dedo, mochila escolar, sem usar barraca e fazendo fogueiras para cozinhar todas as refeições. Este é o jeito mais barato de se fazer uma aventura. Pode acontecer que o chinelo que você estiver usando quebre, que a mochila escolar force  sua coluna, cansando-o demasiadamente,  e inclusive  poderá até chover e lhe  impedir de preparar as refeições.

Quando todos esses inconvenientes ocorrem, nos damos conta que necessitamos investir em equipamentos adequados para atividade desejada. Por exemplo,  para trilhas uma bota de caminhada, que seja  confortável e que garanta segurança na pisada, evitando torções.  Também é possível ter uma mochila cargueira que possuí ajuste da barrigueira e assim, distribuir o peso da mochila para a cintura e aliviando o peso dos ombros e da coluna. Outro equipamento interessante é o uso de fogareiros compactos, que possibilitam cozinhar em qualquer lugar. Tudo isso apenas para ter mais conforto, praticidade e segurança nas atividades outdoor.

Conforme ampliamos a quantidade e intensidade de aventuras, desejamos tornar a mochila mais leve, mais compacta, tudo para melhorar o conforto e tornar as atividades o mais prazerosas possíveis. Passamos a investir em botas de caminhada impermeáveis e respiráveis, mochila com regulagens de altura das alças, saco de dormir para baixas temperaturas, isolantes térmicos, roupas impermeáveis com corta vento e térmicas, fogões ultra-compactos,  e por aí vai ampliando o investimento.

O que desejo demonstrar com este post é que não precisa-se necessariamente ter um monte de equipamentos, que são relativamente caros, para poder sair da sua zona de conforto, fazer trilhas e todo o tipo de aventura que quiser. Apenas tenha coragem para fazer algo diferente.

Todos nós temos medo de mudanças e coisas desconhecidas, contudo, devemos usar esse medo a nosso favor, ele nos dará segurança, nos alertará sobre os cuidados para se aventurar por aí.

Para concluir, deixo um recado:  não deixe o medo tirar a chance que você tem de ser feliz, pois atualmente encontramos facilmente, e às vezes, até com custo acessível, considerando-se o custo benefício, equipamentos adequados para proporcionar conforto, segurança e prazer na atividade que desejar.

Edição e texto: Luís H. Fritsch

1 Comentário

  1. máquina de fazer chinelos 02/05/2016 no 12:43

    Excelente publicação, obrigado por compartilhar esse conteúdo de extremo valor. Com certeza está ajudando muita gente.
    Vou compartilhar no meu Facebook com meus amigos.

    Responder

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *