Pequenas Ações Para Ajudar a Salvar o Planeta

Ações para salvar o planetaQueremos uma mudança, queremos uma revolução, mas sabemos que isso não acontece do dia para a noite, por isso hoje queremos compartilhar com vocês pequenas ações, 5 dicas simples, que podem ser inseridas na rotina aos poucos, mas que fazem uma grande diferença para o nosso planeta.

Esse post tem dois propósitos muito especiais para nós do Trilhas Conectam:

Primeiro: ele é a nossa contribuição e participação na II Semana Lixo Zero Caxias do Sul, uma iniciativa que busca envolver e mobilizar a população para um consumo mais consciente e uma correta destinação de seus resíduos, reiterando a responsabilidade de cada um.

Segundo: é um marco a abertura de uma nova seção no nosso portal, voltada para sustentabilidade, a fim de contribuir ainda mais para uma relação realmente conectada entre nós humanos e a natureza, que tanto amamos.

Pequenas Ações Para Ajudar a Salvar o Planeta

Vamos lá para as dicas:

Lixo no lixo

Parece óbvio, não parece?! Bom, eu fui ensinada desde sempre que lugar de lixo é na lixeira, mas infelizmente o que é óbvio pra mim não é para os outros, não é para todos, porque se fosse, não teríamos tanto lixo espalhado por aí.

Então se você está caminhando na rua e come uma bala, guarde o papel no bolso até encontrar uma lixeira. Foi fazer uma trilha, comeu teu lanche, barrinha de cereal…? Não deixa a embalagem ali, coloca na mochila e leva pra casa, deixe a paisagem limpa, como você encontrou, e se encontrar lixo pelo caminho e tiver um lugarzinho na mochila, recolhe, não custa nada.

Se esse já é um hábito seu, o próximo passo é dar atenção à correta separação dos resíduos, seja o básico (seletivo e orgânico) ou o mais avançado, realizando uma separação mais específica (papel/papelão. metais, vidro, plásticos…), destinando resíduos especiais aos pontos de coleta e também iniciando a compostagem doméstica.

E mais, muito importante, fale sobre isso com as pessoas que convivem contigo, principalmente para os pequenos, pois eles aprendem e espalham muito bem aquilo que faz sentido pra eles. 

Recuse sacolas plásticas

As sacolas plásticas foram criadas a partir da percepção de que os sacos de papel estavam causando a derrubada de muitas árvores, prejudicando o meio ambiente. A ideia inicial era de salvar o planeta, pois as sacolas plásticas poderiam ser reutilizadas inúmeras vezes, uma vez que tinham uma durabilidade e resistência maior do que o saco de papel. 

Mas infelizmente o que era para ser uma salvação tornou-se um grande problema. 

A grande maioria das sacolas plásticas é utilizada apenas uma vez, por alguns minutos ou horas, e depois jogada fora. Seu descarte é um grande problema, uma vez que raríssimas vezes são recicladas, e quando levadas aos aterros, levam mais de mil anos para se decompor. Sem falar na impermeabilização do solo, da redução da vida útil dos aterros, e mais uma série de “poréns” que se acumulam.

Assim, recusando uma sacola plástica em uma ida ao mercado, padaria, farmácia… você já está dando um grande passo. Muitas vezes compramos apenas um item, que é colocado em uma sacola, algo que poderia ser colocado na bolsa, ou levado na mão até o carro que está estacionado há 10 passo dali.

A alternativa mais popular, e simples para as sacolas plásticas, é a ecobag ou sacola reutilizável, que pode ser de tecido, lona, e até de plástico mais resistente. Algumas possuem um design ótimo que as deixa super pequenas, e você pode deixar sempre na sua bolsa ou mochila. Deixar uma (ou algumas) dentro do carro também é uma ótima forma de fazer disso um hábito, pois principalmente quando se vai fazer compras maiores, vamos de carro. 

Hoje muitos mercados também já disponibilizam caixas de papelão para os consumidores colocarem suas compras, além de caber muita coisa e elas serem resistentes, elas são ótimas alternativas para depois você descartar seu lixo seletivo. =)

Aí vem a pergunta: “mas aí eu vou ter que comprar sacos de lixo para colocar nas lixeiras de casa?”

A resposta é NÃO. Primeiro que sempre vai aparecer alguma sacolinha de algum lugar, ou de algum momento que você não tinha como recusar. Segundo, tem a opção das caixas que falei antes. E terceiro, no momento que você conseguir não ter mais sacolas plásticas em casa, muitos outros hábitos relativos aos resíduos e consumo já vão ter mudado e você vai perceber que não precisa comprar sacos para as lixeiras. 

Vá de lata

Pequenas ações podem gerar um grande impacto na cadeia pós consumo.

Quando você vai ao supermercado comprar um refrigerante, ou uma cerveja, por exemplo, qual embalagem você prioriza? Garrafa PET (plástico), lata ou vidro?

Aí você pode pensar: mas que diferença faz? Se todos são materiais recicláveis?

Aí vem uma questão muito importante, não é porque o material é reciclável que ele é, de fato, reciclado, isso depende muito da logística reversa, da política pública de resíduos sólidos…

No Brasil, a taxa de reciclagem do vidro é de cerca de 47%, de garrafas PET é 59% e de alumínio é de 97%!!!!! O Brasil é o país no mundo que mais recicla alumínio, estima-se que após o descarte, o alumínio da latinha estará de volta ao mercado em cerca de 60 dias. Não é incrível?!

Essas são pequenas escolhas que geralmente não afetam muito o nosso bolso, mas que fazem uma diferença enorme para o meio ambiente. 

Então, na próxima vez que for ao mercado, lembre-se, vá de lata! 😉

*O movimento Vá de Lata realiza atividades voltadas ao consumo consciente. Lançada em janeiro de 2018 pela fabricante de latas de alumínio Ball Corporation, a iniciativa prioriza oferecer informação sobre descarte correto, ciclo de reciclagem e a importância da atuação dos catadores de materiais recicláveis como agentes ambientais.

Um dia sem carne

Para muitas pessoas esse assunto ainda é algo muito distante de suas realidades, pois pensam que ficar sem comer carne é algo muito difícil, vão faltar nutrientes, proteínas e que não vão se sentir alimentados o suficiente. 

É justamente para quebrar com esses tabus que existem movimentos como o Segunda Sem Carne, que incentivam a população a ficar pelo menos um dia de sua semana sem consumir carne, trazendo como justificativa para esse hábito todos os dados que dão conta de qual o impacto que as criações de animais e seu consumo causam ao meio ambiente.

Deixando de consumir carne por UM DIA você evita a emissão de 14kg de CO2 (o equivalente a 100km rodados de um carro), economiza 3.400 litros de água (o que seria suficiente para as necessidades básicas de 30 pessoas) e também contribui para a desaceleração do desmatamento, pois grande parte do desflorestamento é realizado para a criação de pastagens. 

Além dos benefícios para o meio ambiente, a redução do consumo de carne reduz também as chances de doenças cardiovasculares e infartos, diabetes, e alguns tipos de câncer.

Existem muitos motivos para repensarmos nossos hábitos alimentares e salvarmos vidas, qualquer hora vou parar só pra escrever um pouco sobre isso. Mas enquanto isso, se você se sentiu chamado, pesquise um pouco sobre o assunto e vai se surpreender. Ações para salvar o planeta.

Caminhe mais

Quantas vezes você já pegou o carro para ir até o mercado, a padaria, a ACADEMIA, que ficam a poucas quadras da sua casa? 

Temos o “automático” do conforto ligado, a lei do menor esforço, tudo o que puder economizar nossa energia, nós fazemos, e na maioria das vezes pegar o carro é a alternativa mais prática. Mas às vezes esquecemos que mudar pequenos hábitos na nossa rotina podem nos tornar pessoas mais saudáveis e também contribuir para causar menos impacto ao meio ambiente.

Os carros são responsáveis pela emissão de mais de 70% dos gases de efeito estufa, e além da poluição atmosférica, contribuem também para poluição sonora e agravamento de doenças respiratórias em grandes cidades.

Pesquisas apontam que 20 minutos de caminhada por dia melhora nossas funções cognitivas, auxilia na manutenção da saúde cardiovascular, contribui para a regulação hormonal, influenciando inclusive no combate à depressão, redução de stress, entre outros benefícios. 

As vezes perdemos 20 minutos só procurando lugar pra estacionar, não é?!

Sem falar no preço do combustível, que pode ser um grande incentivador para caminharmos mais.

Percebeu que tudo o que fazemos está interligado, o lixo que produzimos, o que comemos, nossos hábitos diários, nossa qualidade de vida, as trilhas que fazemos… Esse é um convite pra você sair do automático e se conectar um pouco mais com você mesmo e com a natureza.

Qual dessasações para salvar o planeta já faz parte da sua rotina?

4 Comentários de

  1. Rosa dos Santos 28/10/2021 no 13:41

    Fiquei muito feliz em saber que muitas ações citadas já fazem parte da minha rotina de vida. Muito bom saber que fazemos a diferença ☺️

    1. Janaine Longhi Castaldello 01/11/2021 no 22:34

      Que ótimo Rosa!! Com certeza, cada pequena atitude já faz uma grande diferença sim!!

  2. Pingback: Conectar pessoas

  3. Pingback: Seaspiracy Mar Vermelho Seaspiracy Mar Vermelho - Trilhas Conectam

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *