espécies abelhas
Foto: Trollinho | Unsplash

Uma lei que prevê a prioridade do plantio de espécies que atraem abelhas foi sancionada pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes. Com o objetivo de tornar a capital arborizada e florida e garantir a produtividade agrícola, além do sustento de aves e mamíferos, a Lei nº 17.837/2022 é de autoria do vereador Aurélio Nomura.

– Publicidade –

“Mesmo sendo importantes, em razão da poluição e da perda da biodiversidade, elas são cada vez menos comuns, principalmente nas áreas urbanas”, justificou Nomura.

As abelhas são fundamentais para a sobrevivência de muitas espécies de plantas, para o aumento da produtividade agrícola e o sustento de aves e mamíferos, que se alimentam de frutas e sementes em todo o mundo. Sem elas, a vegetação seria completamente reduzida.

Cerca de 80% das plantas se reproduzem por meio da polinização.

Confira: A ilustradora e agrônoma Georgia Amaral criou belas aquarelas que retratam a relação entre abelhas e cultivos agrícolas.

– Publicidade –

As abelhas dão sua contribuição para a economia produzindo, além do mel, produtos como cera, própolis e pólen apícola. São responsáveis pela produção de aproximadamente dois terços dos alimentos ingeridos.

espécies abelhas
Foto: Jez Timms | Unsplash

Confira: Um projeto em São Bernardo do Campo ajuda a gerar renda e preservar a Mata Atlântica por meio da produção de mel.

Mesmo com tantos benefícios, as abelhas são cada vez mais ameaçadas por agrotóxicos, desmatamento e consequente perda de habitat. Por isso, ter o amparo de leis em prol de sua proteção é tão importante.

– Publicidade –

O que deve ser plantado

como plantar lavanda
Foto: Elena G | Unsplash

Segundo técnicos da Secretária Municipal do Verde e Meio Ambiente, entre as espécies ornamentais que deverão ser plantadas prioritariamente em atendimento à nova legislação são: lírio amarelo, lavanda, manjericão, papoula, jabuticaba e onze horas, assim como quaresmeira, tomilho, orelha de onça sálvia, borragem, açafrão, ranúnculo, aster, malva, calêndula, girassol mexicano, guaco, coentro, erva-de-gato, funcho e mirra.

espécies como aroeira branca, ipê-amarelo, cedro, paineira, pitangueira e embaúba branca são algumas das arbustivas que garantem a presença das abelhas nos jardins, praças e canteiros.

Você sabia? Mesmo os pequenos jardins urbanos garantem alimentos para abelhas, portanto confira 21 espécies de plantas que ajudam a salvar as abelhas.

Revisão do Plano Diretor e debate público

A Lei nº 17.837 também prorroga o prazo de conclusão da Revisão Intermediária do Plano Diretor Estratégico (PDE) para 31 de dezembro deste ano. Este processo é conduzido pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, mas a população pode e deve participar sobre eventuais ajustes no Plano Diretor. Clique aqui e participe.

Com informações da Prefeitura de São Paulo

Origem: https://ciclovivo.com.br/planeta/meio-ambiente/priorizar-arvores-que-atraem-abelhas-vira-lei-em-sao-paulo/

Autor: Trilhas Conectam

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.